terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Fora de moda

Sexta-feira, por volta das 00h30, estou eu descendo com a Anaísa a rua Augusta sentido Consolação. Como não rolou a roda de samba na Livraria Cultura, resolvemos conhecer o Boteco do Malandro, novo point da Augusta (por sinal, o lugar é muito bacana e arejado, raridade por aquelas bandas. O único problema são os garçons, que são saidinhos. Nesse caso, evite sentar no balcão e está tudo ok. Mas vamos voltar ao assunto do post inicial).

Quando estávamos passando por aquele ponto da Augusta onde se muvucam milhares de minis-indies e emos fumando como babacas e melando suas franjas sujas com quilos de óleos, eis que tem um grupelho com umas cinco pivetas. Ai, eu escuto a pérola. Uma poser para a outra:

- Você é hetero? Credoooooooo!


Credo mesmo. Ninguém merece ouvir uma aberração destas.

Nenhum comentário: