segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Sexo contra fogos de artifício

Italianas ameaçam "greve de sexo" se maridos soltarem fogos de artifício
Da Folha Online

Centenas de italianas da região de Nápoles (sul da Itália) decidiram se negar a fazer sexo com seu companheiro na noite de 31 de dezembro se ele detonar rojões ou soltar fogos de artifício, uma tradição muito popular na Itália e que deixa centenas de feridos a cada ano.

Batizado "Se spari, niente sesso" (Se soltarem fogos, ficarão sem sexo), o comitê criado por Carolina Staiano, uma dona de casa da cidade de Lettere, perto de Nápoles, já recebeu o apoio de várias centenas de mulheres nos últimos dias.

A idéia é convencer maridos e namorados a não detonarem enormes quantidades de rojões e fogos de artifício de fabricação caseira, e também a não atirarem para o alto com armas de fogo, algo que os homens fazem muito no sul do país para comemorar o réveillon.

"Detonar rojões ilegais é perigoso. Se seu companheiro não quer entender, mande-o dormir no sofá", disse Carolina Staiano nesta quarta-feira ao jornal La Stampa. A privação de sexo "é um argumento ao qual os homens são particularmente sensíveis", destacou.

Interessada pela iniciativa, a província de Nápoles informou que enviará nesta quarta-feira para os celulares do maior número possível de homens da região a seguinte mensagem: "Não detonem fogos, mas façam sexo".

Esta tradição de fogos de artifícios e disparos de armas de fogo deixou um morto e 473 feridos em toda a Itália na noite de 31 de dezembro de 2007.

Nota do Blog: É impressão minha ou as amigas napolitanas descobriram a roda? Ahahahahah!

Um comentário:

TudoSobreSexo.net disse...

Muito bom dia
Esses italianos são uma paródia... :)
Parabéns pelo blog está fantástico.
http://www.TudoSobreSexo.net
Um grande abraço