quinta-feira, 18 de junho de 2009

A culpa é minha

Eu não quero enganar ninguém.
Vou ser completamente sincera nesse post.

O Palmeiras foi desclassificado pelo Nacional ontem. E a culpa é toda minha.

Não foi o Luxa e seu 900 volantes no jogo de ida no Palestra.
Não foi o Jumar e sua inabilidade com a bola de costume.
Não foi o Keirrison e suas tradicionais pipocadas em jogos decisivos.
Não foi o Capixaba.
Não foi a falta de conhecimentos em cruzamento do Armero.
Não foi a péssima ideia de contratarem um volante em lugar de um lateral para a continuidade do torneio.
Não foi a diretoria que assistiu passiva a todos os mandos e desmandos do Luxa.
Não foi o time do ano passado que fez o favor de perder pro Botafogo em casa e jogar o time desse ano no grupo da morte.
Não foi o Belluzzo, que não teve saco roxo pra enquadrar o nosso treinador.
Não foi o Cipullo, que não teve capacidade para questionar as indicações do Luxa.
Não foi o Toninho Cecílio, que não consegue controlar nada.
Não foi a Traffic.
Não foram os iludidos que ficam com aquele velho papo de apoio e fora cornetas.
Não foi culpa de ninguém que é de fato a Sociedade Esportiva Palmeiras.

A culpa pela desclassificação do Palmeiras na Libertadores, caros leitores, é toda minha. Eu não estava de meias ontem na hora do jogo. Não vesti a camisa da sorte. Não segui o ritual da vitória. Essa culpa é minha e do resto dos 15 milhões de palmeirenses que tem nesse país e que também não fizeram suas mandingas. Afinal, onde é que já se viu querer um técnico que seja apenas técnico? Onde é que se viu pedir um time que tenha padrão tático? Jogadas ensaiadas? Laterais que saibam cruzar? Pra que querer um time com comando? Com dirigentes que entendam de futebol? Pra que querer que a diretoria mantenha bons jogadores como Gustavo, kleber e Valdívia? Para que exigir um time que honre a tradição da camisa alviverde?

O Luxa disse: o problema do Palmeiras é a torcida que quer tudo isso ai. E como eu quero e exijo, sim, concluo que a culpa pela vergonhosa desclassificação de ontem é minha e de toda a torcida do Palmeiras, que só quer ter um time que dê orgulho. A gente fica pedindo essas coisas e "desestabiliza" aqueles caras que REALMENTE entendem de futebol como o Luxa, o Toninho Cecílio, e por ai vai. Não podemos querer mais, não podemos questionar, não podemos falar nada. Temos que ficar apoiando um time sem vergonha, adorar um blogueiro que finge que é técnico e por num pedestal uma diretoria omissa que só sabe posar de paladina da moralidade.

Pois é. A gente não faz isso e o resultado é esse: Palmeiras desclassificado.

Viu como a culpa é minha?

5 comentários:

ROBERTVS CÆSAR disse...

Eu concordo com você.

Eu tô cansado de aplaudir desclassificação, de cair de pé, e de todas essas outras pataquadas criadas para confortar os momentos adversos. Eu tô cansado de ser obrigado a apoiar incondicionalmente quem eu não apoio.

Bater palmas pra quem não merece aplauso?

Chega!

O senhor Luxemburgo então? Esse se acha num lugar cômodo. Um treinador que faz tempo já não figura entre os melhores do país, mas que faz questão de lembrar a todos em cada vitória que "ele não é qualquer um". Que nos empurra goela abaixo jogadores pífios como Mozart, Jumar, Lenny e Capixaba; jogadores que devem ganhar, cada um, mais de 100 mil reais. Que fez o Palmeiras gastar com Evandros e Obinas.

Mas a culpa não é só dele, tinhamos Jogadores omissos no campo. Diego Souza? Nulo. Cleiton Xavier? Sono. Daquele atacante filho da puta de merda eu prefiro nem falar, esse eu pulo. Será possível que esse "técnico", experientíssimo, inteligentíssimo não vê que o Ortigoza é titular dessa merda? E de que adianta levar uma penca de atacantes e nenhum único meia se a merda da bola não chegava no ataque?

É de cagar mesmo.

Deixar de ser palmeirense? Jamais. Domingo estarei na frente da TV, torcendo como sempre, mas certas coisas desestimulam o torcedor e acabam com as esperanças. E o que é o futebol sem esperança?

Triste pra caralho. Esse time tá me fazendo triste, me fazendo não ter expectativas.

Ah, sei lá... Até de escrever eu desisto...

verdedosverdes disse...

Começo a melhorar um poco depois de ler seu post lá pelo cruz. Realmente a culpa é sua, minha e de todos os torcedores, estamos querendo demais neh. Temos especialistas do futebol e estamos reclamando, cacete somos uma torcida de merda mesmo.

É revoltante a gozolândia que virou o PALMEIRAS, é de acabar com o cara, ver o comando desse clube. Na verdade, nenhum deles são Palmeirenses de fato como dizem, Palmeirenses mesmo somos nós, se eu sou presidente, até porrada já tinha rolado. Essa gestão é de cú, e se eles não forem homens de arrumar a casa, a coisa vai começar a esquentar de verdade, somos a torcida mais apaixonada do mundo, e se eles não tem colhões, nós temos.
Parabéns pelo texto.
Forte Abraço!!!

Sam disse...

Isso.. Desculpe entao minha parte de culpa.. Prometo que me esforçarei mais da proxima vez...

rivaldo disse...

Discordo de você:

Não dá pra ganhar todas, e o time mostrou raça, empenho, e acima de tudo vontade de vencer.

O palmeiras não precisa ser campeão pra que eu continue torcendo. Tenho consciência de que há coisas erradas nesse conjunto de coisas que culminou em nossa eliminação; mas onde é que não há? No SPFW "tri-hexa"?! -sabemos que não.

Ontem vi um time com brio e gana em campo, (isso sim deve ser exigido) que me deu orgulho de ser palmeirense.

Marangone Jr disse...

Olá Nùbia ,estou cansado dessa diretoria omissa sem vergonha e enganadora,minha revolta aumentou depois de ouvir as declarações do Kleber ,dizendo que vingou a torcida palmeirense nos 2 a 0 contra os bambis!!!!sniff-sniff